Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de abril, 2020

Os Nômades das Estrelas (Júlio Azevedo e Rodrigo Silva do Ó)

Ninguém entendia porque o Povo da Estrela tinha se tornado tão taciturno em poucos meses. Os mercadores mais antigos lembraram que eles apareceram da mesma forma inesperada, quando uma guerra entre duas tribos por causa da rota para a Estrada da Seda agitava o deserto. Uma caravana de homens com roupas rústicas, quase selvagens, que dormiam em tendas de folhas de palmeiras, todos com um ponto dourado na testa e desenhos de estrelas nos seus apetrechos. Entre eles, sacerdotes com cetros de metal encimados por uma pedra de quartzo negro fumado, que aparentavam abrigar nuvens indistintas. Eram homens com escarificações em forma de constelações nos ombros e no rosto, e vestidos de um manto escuro. Era como se eles tivessem aparecido junto com a estrela que começou a brilhar de um dia para o outro numa noite de verão no deserto, tão brilhante que foi inscrita pelos astrônomos chineses em suas tabuinhas. Os seus rituais eram estranhos. Uma vez por ano, no dia do surgimento