Pular para o conteúdo principal

Resposta a um inquérito do Facebook


Sobre o ano de 1999:

MEU ANO : 1999

TINHA : 16 anos

Curso: 2° ano do Pedro II

NAMORADA DA ÉPOCA: ahahahahah

BANDA FAVORITA DA ÉPOCA: Black Sabbath

Era: Estava me desenvolvendo muito nesse negócio de ser eu. Foi a primeira passeata que eu participei (26/03), Baia e RockBoys na Lapa, foi a Chapa Expressão, pro Grêmio, com o meu querido Libão (cadê ele? sumiu!), o Guilherme Celestino Souza Santos me apresentou à Maria lá no Riachuelo (com o Mehlin, lembra?), vários shows no Garage, as melhores noites de todos os tempos (o show acabava às 4h, a gente tomava um sorvete do Mothefucker Icecream - ainda tá vivo? - e eu ficava com o Rafael Laman na Leopoldina até as 6 da manhã pra pegar o 296).

Escrevia igual um miserável, tinha uns três cadernos escritos, peneirei tudo anos depois, sobraram 16 poesias, que estão com a guardiã Tatiana Costa. Li, pela primeira vez, um livro do Marcuse, Eros e Civilização, tentei estudar Cabala (até hoje não consegui). Vi 2001 - Uma Odisseia no Espaço pela primeira vez. Descobri definitivamente uma coisa relacionada à faixa 9 de As Quatro Estações. Era viciado em Lygia Clark e morava no Centro Cultural Hélio Oiticica.

Saudades infinitas do Reynaldo, da Plastic Fire (na época se chamava Hellfound), cadê você, cara?

Em suma, eu era um ser humano, não uma máquina de trabalhar que eu sou hoje (apesar que a minha vida complicada de hoje é muito melhor do que eu sonhei, né Mariluce Miranda, Joao Pedro Miranda e Luisamiranda Miranda?).

Na época eu queria ser escritor, ainda vou ser estou sendo... Pedrinho, tu é o cara, eu ainda sou mais anarquista hoje do que naquela época, apesar de tudo o que mudei politicamente, tu sabe disso, por isso que eu quero ver todo mundo sábado!

Comentários